Polícia prende suspeito de matar a tiros companheira e sogros e deixar corpos em estrada no Pará

0

 Prisão foi em acampamento improvisado em Palestina do Pará. Corpos foram encontrados no início do mês em estrada de Eldorado dos Carajás.


Um homem foi preso nesta quinta-feira (11) em Palestina do Pará, no sudeste do estado, suspeito de matar a tiros a companheira e os sogros no fim de julho. Ele foi identificado logo após as vítimas serem encontradas em uma estrada de Eldorado dos Carajás e estava foragido.


As mortes teriam ocorrido após discussões motivadas por ciúme, segundo a polícia, que revelou nesta quinta a ligação do suspeito com as vítimas. Conforme a polícia, ele usou uma arma de fogo e "ceifou a vida de sua companheira, de seu sogro e sua sogra".


A polícia encontrou o suspeito após buscas por cerca de uma hora em mata fechada. Ele estava em um acampamento improvisado, tentou correr, mas foi detido.


A prisão temporária é por "triplo homicídio, duplamente qualificados em razão da condição do sexo feminino e por meio de recurso que impossibilitou a defesa das vítimas".

Dois corpos, sendo um de uma mulher e um homem, foram encontrados com lesões de arma de fogo às margens da rodovia PA-275. Uma terceira vítima chegou a ser encontrada com vida e encaminhada para uma unidade de saúde, mas não resistiu aos ferimentos.


Depois, as vítimas foram identificadas como Camila Rodrigues dos Santos, que era companheira do suspeito, a mãe dela, Eliete Rodrigues dos Santos e José Nilton de Oliveira Cruz, companheiro de Eliete.


A operação para prender o suspeito foi nomeada de Otelo em alusão à "consagrada obra de William Shakespeare, na qual o personagem principal, possuído por um ciúme doentio, mata sua esposa".

Postar um comentário

0Comentários
Postar um comentário (0)
creditos: elaine gaspareto