Madeireiros e pecuaristas são expulsos de terra indígena na Amazônia

0

 


A Polícia Federal (PF) informou, nesta quinta-feira (11), que retirou da Terra Indígena Trincheira Bacajá, em São Félix do Xingu, no Pará, os madeireiros, pecuaristas e grileiros que ocupavam o local.


As autoridades afirmaram que, na primeira fase da operação de “desintrusão”, em julho, os acessos à Terra foram fechados, e aqueles ocupantes que insistiam em ficar na área, foram identificados e retirados.


Algumas construções, como pontes e outras habitações, foram destruídas.


Neste momento, com a segunda fase da operação que está em andamento, as autoridades buscam retirar as cabeças de gado deixadas na Terra Indígena.


Essa tarefa deve se estender ainda por várias semanas, já que os animais estão espalhados pela região.


Após essa fase, a PF vai destruir as pontes de acesso ao território.


A Operação contou com o apoio do IBAMA, FUNAI, Força Nacional, ICMBio e Agência de Defesa Agropecuária do estado do Pará.


Postar um comentário

0Comentários
Postar um comentário (0)
creditos: elaine gaspareto